Votos a R$ 100,00 elegem os conselheiros tutelares da corrupção


Escola onde ocorreu eleição no domingo



O Ministério Público Estadual já tem informações da compra de votos em várias localidades da capital e interior, na eleição de conselheiros tutelares, realizada no último domingo.

No interior o destaque, pelo menos até agora, vem de Marechal Deodoro, onde há relatos da compra de votos a R$ 100.

Em Maceió, além dos vários tumultos e boca de urna, também há informações do voto a R$ 100.

Pelo mesmo motivo a eleição para a escolha de conselheiros tutelares foi suspensa em alguns estados e até anulada, como aconteceu na capital curitibana.

Como é de conhecimento da Justiça, a maioria dos candidatos ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente já atua na administração de cadastro eleitoral para as eleições de 2020.  

Os novos conselheiros serão empossados no dia 10 de janeiro do próximo ano. O mandato valerá para o período de 2020 a 2024.

O Conselho Tutelar é responsável por zelar pelos direitos da criança ou adolescente, mas alguns já começam sem zelo até pela própria imagem.

Em se tratando de pleito eleitoral em Alagoas não há novidade na prática de esquema.

Acredito que o MPE vai atuar, pois em União dos Palmares, segundo o jornalista Ivan Nunes, dos 21 candidatos ao menos 17 deles receberam apoio de políticos com mandatos, pré-candidatos a vereador e prefeito.

Com o blog



Comentários

  • 325276 escreveu em 10/10/2019 01:08:35:

    hello everyone thanks for approve