Fim de relacionamento leva homem a esfaquear-se: foram 3 golpes


Faca de serra utilizada por Daniel para cometer suposto suicídio



O incômodo nos afasta e solitários somos livres? Foi a decisão de Marta Oliveira, doméstica de 22 anos ao informar ao companheiro Daniel de Oliveira Silva, de 29 que a relação entre si, tinha acabado.

Marta não esperava uma reação radical depois que teve a conversa com Daniel na sala de estar do casal, cuja relação gerou 2 filhos de menor idade. Em direção a cozinha, ele queria acabar a tormenta e num ato desesperado deu início a autofagia.

Foram dois golpes no abdomem e outro no pulso que assustaram a ex-companheira que saiu para o meio da rua pedindo socorro. Logo, moradores da rua Passagem de Maceió, centro de São José da Laje ficou lotada de curiosos.

Marta não queria mais que os seus filhos ficassem sem pai e gritava: onde estais ó meu Deus! até aparecer uma viatura da GM e levar Daniel as pressas para o hospital municipal.

O fim do relacionamento do casal ficou interrompido, ao menos, momentâneamente até, a compaixão de Marta aflorar e aceitar o companheiro no lar doce lar do casal. Uma paixão tórrida, capaz de colocar ponto final na vida de um homem, trabalhador da cana de açúcar de uma usina da região da Mata alagoana.

No Cisp, o caso chegou através das vozes da Guarda Municipal que anotou nomes e contou detalhes ao agente da Polícia Civil que prometeu logo após o feriado de 16 de setembro tomar iniciativa sobre a condução do inquérito ou se decide o episódio apenas como uma briga entre "marido e mulher", onde poucos costumam meter a colher.



Comentários