Recomendação do Ministério Público impede Zumbi de receber recursos financeiros


Zumbi foi nocauteado pelo MPE via recomendação




Blog teve acesso ao Fac-símile da recomendação do MPE palmarino



Promotora de Justiça, Adilza Inácio: dinheiro público para financiar clubes esportivos, pode resultar em improbidade administrativa, recomendou



Blog teve acesso ao fac-símile do Projeto de Lei










O Ministério Público Estadual emparedou de uma só vez os 15 vereadores de União dos Palmares além do prefeito Kil de Freitas quando soube que o Poder Legislativo estaria prestes a aprovar projeto de lei 330/2019 que vai injetar R$ 100.000,00 nas mãos da diretoria do Zumbi Esportes Clube para o time disputar o alagoano da Segunda Divisão. 

A recomendação é conjunta dos promotores de Justiça, Carlos Davi e Adilza Inácio Freitas que fizeram cara feia assim que tomaram conhecimento que a aprovação dessa grana toda estaria prevista para acontecer na segunda-feira,9.

Foi quando os dois membros do MPE correram rapidamente para o computador para redigir os termos da proibição. A Câmara Municipal de União dos Palmares por sua vez, exerceu o livre direito de ficar 'boca piu" sobre o assunto.

- Os parlamentares municipais deverão adotar o cuidado necessário na avaliação do Projeto de Lei 330/2019, a fim de evitar que dinheiro público sirva para financiar clubes esportivos", admoestou o MPE.

"A aprovação da transferência de valores da Prefeitura de União dos Palmares, ao Zumbi Esporte Clube, poderá ensejar a prática de ato de improbidade administrativa a ser apurada em procedimento próprio no Ministério Público, na modalidade de dano ao erário, sobretudo em virtude da situação financeira critica do município", advertiram Adilza Inácio de Freitas com o colega Carlos Davi.

Como a diretoria do Zumbi Esporte Clube é inapta no quesito articulação com outrem não importando a esfera, torcedores do Pantera Verde acham dificil os vereadores encontrarem coragem, amparado na Lei, a aprovação dos R$ 100.000,00 que deseja o prefeito Kil de Freitas, canalizar para o Zumbi disputar o alagoano da segunda divisão 2019, com início previsto para 14 de setembro(semana que vem).

Como  a máxima é: o MP sá age se provocado, quem dos 15 vereadores teria marcado gol contra no Zumbi mesmo antes da competição começar?

Até porquê, custa nada lembrar que, quem expediu a recomendação "do veto" - 001/2019 - não sabe sequer as cores do Zumbi Esporte Clube, que ferido, vive a ameaça de não participar da competição por falta de dinheiro oriundo da gestão Kil de Freitas.

 



Comentários