Comunidade Ádapo convoca o Ministério Público para evitar confronto com a prefeitura de União dos Palmares


Promotor de Justiça Carlos Davi será um dos intermediários do MPE no Muquém



Membros do Ministério Público Estadual visitarão a comunidade quilombola de Muquém, através da Ádapo, na manhã desta terça-feira,14, para serenar os ânimos entre nativos e a secretaria municipal de saúde da prefeitura de União dos Palmares.

A motivação da encrenca envolve a contratação de uma agente comunitária de saúde para atendimento a comunidade quilombola de maneira específica. O encontro foi solicitado pela Associação Ádapo Muquém que vai indicar o nome de Jaqueline Francisco como segunda agente na localidade de quilombo que deverá se juntar a Elvira que já atua.

Para Dorinha Cavalcante "a secretaria municipal de saúde se diz impedida para fazer a contratação da Jaqueline que é uma solicitação dos moradores, mas a secretária usa argumento errado alegando que a lei proíbe esse tipo de iniciativa, pois agente de saúde tem que fazer concurso", disse Dorinha.

- Nas políticas públicas  para a comunidade Muquém existe diferencial é preciso que ela entenda isso", reforça Dorinha que receberá visitantes no centro ecumênico a partir das 9h da manhã.  



Comentários