PC prende Hítalo Galvão acusado no crime do marchante na feira dos Terrenos


Hitalo Galvão teve prisão decretada e está preso na regional de União dos Palmares



O delegado Regional em União dos Palmares, Válter Nascimento, confirmou a prisão preventiva de Hitalo Roberto da Silva Galvão no começo da noite desta quinta-feira,4.

Ele disse ter concluído o Inquérito Policial e solicitou a preventina do marchante junto ao juiz substituto da 3ª Vara Criminal de União dos Palmares, Yulli Rotter, que de imediato decretou sua prisão. 

O nome do acusado estava entre os mais de 8 mandados de prisão que a PC teria que cumprir no início de quarta-feira em União dos Palmares. A preventiva está fundamentada na garantia da ordem pública para assegurar a futura aplicação da Lei Penal e também para assegurar a instrução Criminal, disse Válter Nascimento, concluindo que Hitalo vai ficar preso na regional de União dos Palmares até superior decisão da Justiça.

Familiares estiveram com o delegado e pediram para que o acusado não fosse levado para o presídio da capital ou do Agreste mas foram informados que "isso depende muito de ordem superior".

Hitalo Roberto da Silva Galvão é acusado de ter assassinado na feira livre dos Terrenos, um colega de trabalho com 17 facadas, segundo laudos do IC. O crime aconteceu depois de um desentendimento entre os dois.  O assassinato chocou a cidade e durante o crime um vídeo foi gravado de Hitalo atacando seu colega com chutes e pontapés.

O crime causou perplexidade pelo fato do agressor não ter histórico de violência.



Comentários