Homem atacado na casa da namorada tinha passado à noite no bar do Presunto


Mário Jorge: alvo da violência durante a madrugada em União dos Palmares




Corpo de Mário Jorge foi conduzido até o necrotério do HSVP



Necrotério do HSVP


Mário Jorge dos Santos Filho passou boa parte da noite desta sexta-feira,28, no bar do Presunto, localizado na região do Sueca, Zona da Mata alagoana em União dos Palmares em busca de aventura. Ele achava que por ser um ambiente com histórico de prostituição teria uma noite de sexo e prazer.

Ingeriu algumas cervejas até ele conhecer uma das meninas que estava acompanhada com um rapaz, disse um policial militar. Outra fonte para nossa reportagem disse que houve desentendimento no bar do Presunto que já foi alvo de investigação do Ministério Público Estadual por  fazer apologia à prostituição infantil e seu dono acabou sendo preso.

Na volta para casa em União dos Palmares, a vítima resolveu passar na residência de uma namorada no bairro Roberto Correia de Araújo onde a intenção era passar o resto da noite. Vizinhos disseram a polícia militar que Mário Jorge de 36 anos já se preparava para dormir quando dois homens pularam o muro da casa que é baixinho, arrebentaram a porta e localizaram a vítima no interior da casa onde passaram a atacar o rapaz que trabalhava numa fábrica de bananolas aberta recentemente em União dos Palmares.

Mário Jorge dos Santos que é natural de São Miguel dos Campos e tinha chegado recentemente a Alagoas pois se encontrava em São Paulo, foi atingido com duas facadas no peito.

"Foram golpes profundos por sinal", disse o médico que atendeu o homem que chegou agonizando ao hospital São Vicente de Paulo por volta das 4h da manhã.

- Leva ele para o hospital logo, ele está esfaqueado. Bora, senão ele vai morrer. Bota na motinha!", comentou um dos irmãos da namorada da vítima que ajudou Mário Jorge dos Santos a chegar no HSVP. O que chamou a atenção é que o corpo do rapaz ferido a faca foi deixado na calçada do hospital e a vítima teve que contar com a ajuda de um maqueiro identificado pela reportagem como 'Gonçalo' que teve de levá-lo nos braços até a sala de urgência e emergência do hospital.

Minutos depois, o médico plantonista anunciou a sua morte confirmada pelos agentes da Polícia Civil na semana em que o delegado regional, Válter Nascimento celebrava 60 dias sem crimes no município. "Esse crime iremos desvendá-lo rapidamente. Quanto a quebra da estatística sem morte em União quero dizer que nosso trabalho continua", disse o delegado Válter Nascimento pelo telefone. 

O corpo de Mário Jorge será levado para a cidade de São Miguel dos Campos sua terra natal onde será sepultado por lá, garantiu o empresário Daniel da Quaker, ligado a família da vítima e que ficou bastante transtornado com o assassinato de um trabalhador de sua empresa a União Doces, cujo histórico na firma era de uma pessoa pacata, honesta e trabalhadora.



Comentários

  • denuncia anonima escreveu em 01/01/2019 22:39:19:

    esse crime foi na casa de uma ADRIANA ZACARIAS conhecida da policia por roupo e prostituição e traficante foi o macho dela quem matou esse rapaz. Pode investigar ela é ficha carimbada da policia.