Mistério na morte da tia de jornalista; vítima foi achada morta no seu quarto onde morava com irmão


Isabel era uma pessoa alegre e morava com os pais que faleceram; deixa dois filhos




Irmãos da professora Isabel, Advogado Petrúcio Soares(camisa de listas)Marcelo Soares(corretor de imóveis) e Kó: inconsoláveis



Veiculo do IML veio recolher o corpo da professora







Local onde a professora residia






A polícia militar confirmou a morte da professora Isabel Soares, de 49 anos de idade, que residia na rua Leão Veloso, no centro de União dos Palmares. Ela morava com o irmão, o corretor de imóveis, Marcelo Soares e nos últimos anos estava separada cujo marido era um professor da Universidade Estadual de Alagoas de União dos Palmares(Uneal).

A causa da morte está sendo tratada pelas autoridades policiais a circunstâncias misteriosa, mas membnros da família e vizinho comentaram nas redes sociais que ela vinha passando por crises de forte depressão, mas que vinha sendo medicada.

No último sábado,22,  Isabel foi vista participando da escola sabatina da igreja Adventista do Sétimo Dia central em União dos Palmares, mas se revelava uma pessoa bastante calada, quase não respondia aos indagações do professor da escola.

Tia do jornalista Davi Soares, do Diário do Poder e do procurador geral da prefeitura municipal de União dos Palmares, Alan Belarmino e irmã do advogado Petrúcio Soares do Contador Antônio Soares e do comerciante conhecido como Kó. Nesta quarta-feira,26, Isabel Soares passou o dia inteiro em casa e segundo vizinhos com a sua pressão arterial nas alturas.

Na manhã desta quinta-feira,27, foi achada pelo irmão mais novo, o Marcelo Soares desacordada e caída no interior de seu quarto de dormir. A Samu foi acionada, mas ao chegar na rua Leão Veloso, onde ela residia na casa dos pais, já falecidos, a professora se encontrava em óbito.

Colegas de Isabel Soares que trabalharam com ela na escola estadual Carlos Gomes de Barros, utilizaram as redes sociais para lamentar a sua morte. Funcionáreios do Instituto de Medicina Legal(IML) e do Instituto de Criminalística estiveram na residência da família para recolher o corpo da vítima que deixa dois filhos gêmeos.



Comentários

  • escreveu em 28/12/2018 15:33:47:

    Ivan. Essa não é a rua Leão Veloso.. rua Leão Veloso é a rua da caixa econômica

  • Divanete da Costa escreveu em 28/12/2018 11:37:31:

    Pessoas boad nao morrem.simplesmente vao antes de nos.Meu.sentiments a familia.

  • escreveu em 27/12/2018 19:24:26:

    Meu Deus encontrei com ela na terça feira sorridente na emergencia do HSVP , passou pela medica e foi medicada . meus sentimentos aos familiares