Renan Filho agora é dono de 8 rádios compradas a acusado de ser laranja


Renan Filho agora é dono de 8 rádios compradas a acusado de ser ?laranja?



Enquanto concentrava os esforços na busca por votos para sua reeleição, o governador de Alagoas Renan Filho (MDB) arrumou tempo em sua agenda para fechar, há cerca de três meses, a negociação iniciada na pré-campanha para comprar a segunda metade das cotas do chamado Sistema Costa Dourada de Rádios, também conhecido como Sistema Correio de Rádios. A compra que garante o controle total de oito rádios foi feita ao empresário Ildefonso Antônio Tito Uchôa Lopes, que já foi apontado como suposto “laranja” do senador Renan Calheiros (MDB) nas rádios, há mais de uma década.

Concluindo seu objetivo de ter a comunicação como suporte à sua atividade política, Renan Filho agora é dono das rádios CBN e Correio, em Maceió (AL); e de outras rádios nos municípios alagoanos de Matriz do 

Camaragibe, Murici, Joaquim Gomes, Porto Real do Colégio, Delmiro Gouveia e em Água Branca, esta última ainda desativada, por aguardar a conclusão do processo de outorga. À frente da rede de comunicação, uma de suas metas seria iniciar a ampliação com a criação de um site de notícias, para atrair o interesse de comandar uma emissora de TV, posteriormente.

A Secretaria de Comunicação de Alagoas disse que não poderia procurar o governador para que respondesse a perguntas do Diário do Poder sobre o investimento. E não indicou outra fonte para contato, além de sua assessoria no governo. Porém, mesmo sem revelar as cifras envolvidas no negócio, o empresário Tito Uchôa confirmou a venda e disse à reportagem que já recebeu parte do pagamento e aguarda que Renan Filho decidir como formalizará a alteração do quadro societário.

“Assinei a mudança do contrato social e estou aqui porque estou aqui porque tenho amizade, eles confiam em mim e estou aguardando como é que vai ser o desenrolar”, confirmou Tito Uchôa, ao não afirmar não saber quem será o administrador da empresa. “Ele comprou. Já me pagou uma parte. Falta outra, que vou receber. Mas ele não pode ser sócio-administrador. 

Se ele assinar alguma coisa, qualquer pessoa pode tirar o mandato dele. […] Continuo assinando tudo. Não modificou nada ainda”, informou.

Para Tito Uchôa, Renan Filho deve optar por contratar um diretor-executivo para administrar as rádios. Mas o governador também poderia vender um percentual das contas para colocar uma pessoa como sócio-administrador. Ao dar essa explicação, Tito Uchôa disse que o governador pode dividir a sociedade com a primeira-dama Renata Calheiros, que pode ser sócia-administradora por não ocupar cargo público. As opções evitam infringir a legislação que veta a participação do agente público na administração de empresa de comunicação.

‘Laranja nunca’

Lembrado sobre ter sido apontado – em denúncia da revista Veja, em 2007 – como ‘laranja’ de Renan Calheiros na sociedade das rádios, Tito Uchôa negou de forma incisiva ter mantido sociedade com o senador nas rádios, e também afastou a possibilidade de tê-lo representado na empresa.

“Nunca. Não poderia representar ele. Só representei ele quando era secretário de Estado, em solenidade. Representar ele em quê, que não sei? E o ‘sócio oculto’ que nunca vi falar na vida era o filho dele. Nunca vi filho ser laranja do pai. Foi a primeira vez que vi filho ser laranja do pai. Meu sócio sempre foi Renan Filho. Nunca passou pelo pai”, afirmou Tito Uchôa.

O ex-sócio de Renan Filho afirmou que estaria vendendo as rádios sem uma dívida ou ação trabalhista, nem de qualquer outra natureza. E disse ainda que teve que “jogar duro” algumas vezes, porque seu sócio, o governador, sempre teve interesse político, enquanto ele sempre teve interesse de empresa e financeiro.

Por uma decisão de se dedicar mais à família, Tito Uchôa disse ao Diário do Poder que vendeu sua locadora de carros, uma fazenda em São Luiz do Quitunde, uma empresa de máquinas e investiu no Paru Boutique Hotel e uma pousada Quadrado de Charme, na Praia do Marceneiro, em São Miguel dos Milagres (AL).

Fonte; Diário do Poder - Davi Soares

Comentários 0

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Poste o seu comentário