Jovem morre depois de jogar sua moto contra caminhão baú na Br-104


Artur Almeida - vítima fatal do acidente ocorrido na Br-104 no dia de finados



Corpo foi arrastado pelo autocarga



Nas redes sociais mensagens da vítima















Autocarga que era dirigido por Wellington que ficou em estado de choque no HDO



Motocicleta ficou totalmente destruída







Condutor do caminhão



Péritos do IML



"Uma cena que dificilmente vai sair da minha cabeça, diz o motorista do caminhão Wellington Ferreira de 36 anos numa das enfermarias do hospital Dagoberto Omena em Murici.

" A todo instante eu vejo aquele jovem indo na minha direção em cima daquela moto e eu sei poder fazer nada, inerte...Meu Deus", detalha ele o cenário do acidente com vítima fatal, chorando copiosamente. 

Wellington Ferreira da Silva de 35 anos estava com seu pai, José Luiz de Lima, de 60 anos na cabine do caminhão. Eles viajavam com destino a cidade de Mossoró-RN, carregado de material de construção.

A morte do estudante José Artur Almeida de Lima, de 19 anos, dilacerou vários corações dos seus amigos. Ele foi a única vítima fatal desse acidente registrado pela PRF na altura do quilômetro 54 da Br-104. Ele era natural do município de Branquinha, uma cidade que fica a pouco menos de 12 quilômetros de onde ocorreu o sinistro.

- No momento do acidente o Artur vinha com o capacete na mão conduzindo sua motocicleta CG 160 cilindradas quando aparentemente do noda avançou sentido contrário da Br-104 batendo de frente com o caminhão. O impacto foi tão forte que ele teve parte de seu copro dilacerado, vísceras ficaram espalhadas no asfalto além de fraturas multiplas expostas. Ele teve morte instantânea, disse o agente da PRF.

O que chamou particularmente a atenção desse acidente foram os diálogos da vítima com outras duas pessoas pelo WhatsApp. Numa das conversas Artur elogia um amigo como bom parceiro, depois agradece a ele  com um "valeu vey" e indica um local na sua casa onde tem uma certa quantia em dinheiro para essa pessoa pegar.

Noutro momento da conversa Artur parece se despedir de uma garota que não tem o seu nome revelado. Em dado momento ela se desespera pedindo para o jovem falar com ela, responder suas mensagens e pergunta se ele 'tá doido'. 

Essa conversa entre a Artur e essa moça se dá por volta das 17h quando ele já tinha cometido o ato tresloucado de ter jogado sua motocicleta de placa QLC 5386 do município de Viçosa-AL debaixo do caminhão baú num ato extremo e, supostamente suicida.

Fotos Gustavo Lopes - BR104.com.br

Comentários 1

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. escreveu em 03/11/2018 08:10:56:

    Passei minutos depois do acidente.

Poste o seu comentário