Ximbras apresenta Tuaregs para uma sociedade musical construída pela banda


Nascidos um para o outro. Reza a história dessa banda com União dos Palmares. Quando eles conheceram nossa terra, nossa gente, o dia era de festa, mas foram eles que fizeram a nossa festa. Uma noite de muitas estrelas nos céus e no palco acanhado da extinta Palmarina. Foi um 13 de outubro, emancipação política da cidade.

Entre tantos, um se destacava com seus solos afinados, sua voz próxima a de Raul Seixas e muito mais próxima ainda dos caras do Pink Floyd, lembram? Nós vivemos tudo aquilo ali e eternizamos aquela época em nossos corações.

A palmarina se foi, alguns fãs da banda Tuaregs ficaram pelo caminho, outros assim como Roberto, símbolo desse grupo musical resistiram e, insistem em ir até aonde o povo está. Digo: até onde o Tuaregs está.

Tudo isso pode ser passado à tropa já que a nação será comandada por um Capitão. O dia será 24. Melhor assistir o filminho gravado pelo Roberto Tuaregs,  o ermitão de um grupo musical que virou patrimônio cultural imaterial para sua legião.

 


Comentários 0

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Poste o seu comentário