MP vai investigar condições do transporte escolar de Flexeiras








 

Após o acidente nessa terça-feira (7), que deixou uma servidora pública morta, o promotor Paulo Barbosa Filho confirmou à Gazetaweb que vai instaurar procedimento para investigar as condições de segurança do transporte escolar público de Flexeiras. Vera Lúcia Marcolino teve morte instantânea após ser atingida na nuca por uma peça que se soltou do veículo. 

"Vou conversar com o delegado (Izaías Barbosa) porque soube extraoficialmente que o inquérito já foi instaurado e vou conversar com a família da vítima também para me relatar a versão. Ao mesmo tempo que acontece o inquérito na polícia, vou instaurar a notícia de fato, que é um procedimento mais simples para checar a questão da segurança no transporte escolar", informou o integrante do Ministério Público Estadual, Paulo Barbosa, que atua nos municípios Flexeiras e Joaquim Gomes. 

O promotor reforça ainda que são três linhas de atuação, uma delas a criminal que acontece com a instauração do inquérito policial. "Isso daí vai vir para mim depois para oferecer a denúncia ou pedir arquivamento. Existe também a questão sobre o transporte público seguro e por último tem o direito a indenização. Essa parte não diz respeito ao Ministério Público, deve ser feita por um advogado ou através da Defensoria Pública", explica.

Ontem, o delegado Izaías Rodrigues confirmou que o inquérito policial foi instaurado para investigar o acidente. Os trabalhos de perícia a serem realizados no material recolhido do veículo vão esclarecer se houver falha técnica ou humana.

Vera Lúcia tinha 40 anos e trabalhava no setor de limpeza em um hospital público de Flexeiras. A vítima estava nas imediações de um supermercado, quando o ônibus escolar - que estava com crianças no momento - passava pelo local e a peça se soltou. O blog teve acesso ao vídeo onde a servidora municipal é atingida. Confira!

Por Regina Carvalho | Portal Gazetaweb.com

Comentários 0

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Poste o seu comentário