Martelo batido: sai a primeira coligação de federal em Alagoas


Régis Cavalcante atento a fala do ex-governador Manoel Gomes de Barros é candidato a deputado federal pelo PPS(foto de arquivo)



Com a aproximação da data de início das convenções (20 de julho a 5 de agosto), os partidos aceleram as negociações para formação de chapas e coligações em Alagoas. Na semana passada, o PSB e o PTC anunciaram a formação de um bloco partidário com mais quatro partidos. A tendência é que o bloco lance chapas proporcionais, após alguns ajustes, como anunciou a presidente do PTC, Célia Rocha, em entrevista nesta segunda-feira,16

Também nesta segunda-feira foi anunciada a primeira chapa de deputado federal. O Círculo Democrático anunciou, após reunião ontem com os pré-candidatos, a formação de uma coligação para deputado federal.

PRTB e PPS vão sair juntos com o provável reforço do PSDC, podendo ampliar com a participação de mais uma ou duas legendas.

As convenções do PRTB e PPS já foram marcadas para o próximo dia 31, em Maceió, antes mesmo das convenções dos demais partidos que integram a base do governo.

É mais um sinal de os partidos não vão se coligar com o “chapão” do grupo de Renan Filho (MDB) na proporcional.

Adeilson Bezerra fez as contas com todos os pré-candidatos. “A estimativa deles, bem realista, é chegar a 150 mil votos. Vamos partir para o pessimismo e pensar em 120 mil votos. Mesmo assim a gente garante uma vaga, que seria a vaga da sobra do quociente eleitoral”, diz.

Presentes na reunião, na sede do PRTB, ontem, vários pré-candidatos confirmaram que vão disputar vaga de federal.

Entre eles, Silvana Barbosa (PRTB), Regis Cavalcante(PPS), Jeferson Moraes(PRTB), Eduardo Tavares(PRTB), Doge do Queijo(PRTB), João Lucas (PRTB), Emannuel Fortes (PRTB), Francisco do Poder do voto(PRTB) e Pastor João Carlos(PRTB). Se confirmada a participação, o PSDC deve apresentar o nome de Hiro do Uber.

“Nossa coligação já está definida. Hoje estimamos eleger ao menos um federal e de cinco a seis estaduais. Ela pode ou não ser ampliada, mas só haverá ampliação se for para aumentar nossas chances de eleger um número maior de deputado”, avisa Bezerra.

Reportagem de Edivaldo Junior - gazetaweb.com

Comentários 0

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Poste o seu comentário