Sepultamento de Lulão reúne amigos de sua geração e boas lembranças de sua juventude


Luiz Gonzaga Lopes - Lulão



Caixão de Lulão deixa sua residência



Padre George faz as Exéquias diante do corpo antes de ser sepultado



Sargento Juca - presidente do Zumbi - Humberto Almeida e Dirceu: despedida de Lulão e boas lembranças do amigo







Produtor rural e advogado, o escrivão aposentado da Polícia Civil, Luiz Gonzaga Lopes, foi sepultado no meio da tarde deste domingo,13, no cemitério Campo Santo dos Palmares, em meio a um clima de bastante comoção, despedida e lembranças de Luiz Gonzaga, o Lulão, como era conhecido.

78 anos, ele em 1958 foi jogador do Zumbi Esporte Clube, time de coração que lhe prestou homenagem durante o velório. A bandeira do Zumbi, o Pantera Verde cobria parte do caixão do seu ex-atleta.

"O Lulão foi jogador do Zumbi de maior elegancia que já vi atuar. Foi meio-campista, um homem de grande caráter dentro e fora dos gramados", disse o Sargento aposentado da Marinha Brasileira, Juca Vasconcelos, fundador do alvi-verde palmarino.

Sogro do vice-prefeito, Zé Alfredo, Lulão teve duas filhas com Polyana, sua esposa, A outra filha é Ester, casada com o pecuarista Paulinho Amorim, o Paulinho de Dazé.

"Meu pai foi um exemplo pra gente em tudo. De uma educação apurada, uma referência de vida que ele deixou pra todos nós", disse Polyana em meio as lágrimas.

Dono de uma fazenda no entorno da Serra da Barriga, Lulão foi produtor de banana comprida. Daquela região, vários vizinhos desceram para a praça poeta Jorge de Lima para se despedir do amigo.

Outros amigos de sua geração foram se despedir de Luiz Gonzaga, o Lula Catisçais como também era conhecido. Dentre eles, Adeildo Sotero, presidente do Sindlojas; Humberto Almeida, contador, Almair, contador e empresário, Dode Praxedes e talvez o mais próximos do Lulão, Sebastião de Alves Tecidos,  que hoje reside na cidade de São Miguel dos Campos. Bastião como é conhecido chorou bastante diante do esquife do amigo.

Luiz Gonzaga sentiu-se mal as 6h da manhã de sábado,12. Ele estava em casa com a esposa. Karina Marques, vizinha e enfermeira foi chamada as pressas para aferir a pressão dele onde ela constatou uma queda repentina e suderose em excesso. Levado para o hospital São Vicente de Paulo, pelo genrou Paulinho de Dazé e outras duas pessoas, Lulão não resistiu e entrou em óbito em função do enfarto fulminante. Deixa esposa, filhas e netos.

Comentários 2

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. Marcia de souza fonseca escreveu em 14/05/2018 19:43:24:

    Meu tio querido e amado que conquistou tudo e todos com esse sorriso simples e sincero. O que falar de vc? Eram tantas as suas qualidades que só podemos lhe definir como um homem íntegro.
    Tenho certeza que onde vc estiver estará brilhando pq vc era um ser humano de muita luz. Continue nos protegendo que nós continuaremos lhe amando 💕💕💕💕🙏🙏🙏🙏🙏🙏

  2. Gerivan escreveu em 14/05/2018 11:37:40:

    Que Deus lhe reserve um bom lugar!
    Lulão: elegante, gentil e atencioso.
    Grande amigo,

Poste o seu comentário