Governo apresenta proposta de reajuste de 10% para militares






Após recusarem uma primeira proposta feita pelo Governo do Estado, os representantes das associações militares de Alagoas decidiram, durante a mesa de negociação realizada na noite desta sexta-feira (13) na Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), levar para assembleis a sugestão de um reajuste para a categoria na ordem de 10%, que, caso aceita, ocorrerá de forma escalonada.

A nova proposta, conforme a Seplag, dá aos militares a possibilidade de um reajuste total, que será dividido em quatro anos.

O secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques, ressaltou que, após muito esforço da equipe de negociação, foi possível chegar a esse montante.

Agora, a expectativa é que, nos próximos dias, as associações militares decidam se irão aceitar ou não a proposta apresentada.

Vale relembrar ainda que somente no governo Renan Filho, a folha salarial dos militares alagoanos – ativos, inativos e pensionistas – teve um aumento de 50,6%, saltando de R$ 850 milhões para R$ 1,3 bilhão no período. Para se ter uma ideia dessa valorização, a folha total das demais categorias teve um acréscimo de 21%. 

Estiveram presentes na reunião representantes da Seplag, da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

Reportagem de Severino Carvalho

Comentários 0

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Poste o seu comentário