Morre homem envolvido em acidente na Br-104 em Branquinha


Anilton Luiz morreu a caminho do HGE e não foi contabilizado nas estatísticas da PRF



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou na manhã desta segunda-feira, 2, o balanço da Operação Semana Santa, sem registrar nenhum óbito nos locais dos acidentes. Porém, uma das vítimas de um acidente na BR-104 morreu a caminho do Hospital Geral do Estado e foi sepultada neste domingo (dia 1º).

Anilton Luiz da Silva Júnior, 25 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do HGE, em Maceió. A vítima se envolveu em um acidente na BR-104, nas imediações da cidade de Branquinha, na tarde do último sábado (31).

De acordo com a assessoria do HGE, Anilton já deu entrada em óbito na Unidade. Além dele, Wanderson Araújo, 21 anos, foi medicado e liberado, e Antônio Carlos Lopes de Oliveira, 31 anos, segue internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

Para a PRF houve redução ‘bastante relevante’ no número de acidentes nas rodovias federais que cortam o Estado, chegando a 47,36%. Segundo a assessoria do órgão, foram registrados dez acidentes de trânsito, sendo que quatro deles foram graves e “sem mortes”.

Questionada sobre o óbito de Anilton Luiz e a não inclusão do seu nome nas estatísticas, a assessoria destacou que as mortes só são contabilizadas no local e que a vítima foi socorrida com vida para o hospital. ”Para os dados estatísticos é contabilizado morto quando morre no local do acidente.

Nesse caso ele foi socorrido com vida e morreu já no hospital. Não há como ter esse controle após o socorro, pois há vítimas de acidentes que morrem muitos dias depois do acidente. Então para fins estatísticos é contabilizado como morto se morreu no local do acidente! Saindo de lá com vida, é ferido!”, destacou a assessoria da PRF ao Alagoas 24 horas.

Com o blog

 

Comentários 0

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Poste o seu comentário