Na semana que antecede o Carnaval, Rodrigo Valença emplaca duas obras na comunidade


Ladeado pelo presidente da Câmara, Marcos do Hospital e o vice-prefeito Jército Júnior, Rodrigo Valença destaca obras realizada com recursos proprios



 

Manhã de quinta-feira, 08, cheia de inaugurações pelo prefeito de São José da Laje, Rodrigo Valença que entregou duas grandes obras para a comunidade dos bairros Juriti e Tijuca.

 

Com a presença dos vereadores da sua base, o chefe do executivo municipal entregou um Mirante localizado na entrada do bairro Tijuca, à margem da AL 110. 

O mirante dispõe de 1.000 metros quadrados, espaço que o torna numa belíssima obra de arquitetura e moderna e arrojada, com iluminação a luz de LED e tem vista privilegiada para toda a cidade. 

Outra obra que recebeu destaque, foi a reforma da Praça Padre Cicero. Um espaço com mais de 5 mil metros quadrados e construída há 33 anos. "Essa reforma não acontecia há 33 anos e, agora, a praça ganhou uma nova arquitetura, a estátua  do padre Cícero, Patriarca do Nordeste -, foi restaurada e agora está totalmente iluminada. 

Em seu discurso, o prefeito revelou que vai continuar com o projeto de urbanização e construção de novas praças. E falou do graus de satisfação em ver São José da Laje, hoje sendo reconhecida como cidade modelo, realizando um carnaval de grande porte, com salários em dia e obras acontecendo. Rodrigo Valença ainda falou que a Praça Padre Cícero, não passava por reforma tinha 20 anos.

Por SECOM

São José da Laje/AL

Comentários 1

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. SEM PAPAS NA LINGUA escreveu em 09/02/2018 08:32:57:

    Que história é essa de "não passava por reforma tinha 20 anos"? NUNCA HOUVE UMA REFORMA!!!
    O pai do atual prefeito, a vinte anos atrás, fez uma retirada dos bancos originais da praça pra fazer média com outras obras. Talvez a frase a cima, esteja fazendo uma alusão a isso. Na atual placa colocada na praça, lê-se que a mesma fora construída pela administração de agora, o que é digamos "um erro" ou seria oportunismo político? O que ocorre é que caiu em total esquecimento, o nome do verdadeiro "construtor", saudoso Dr. Múcio Veras. Por gentileza e hombridade, façam a correção!

Poste o seu comentário