MPE investiga contrato de locação de veículos pela Prefeitura de União dos Palmares


Promotor de Justiça, Carlos Davi, colocando a Avante na mira do MPE



Está no Diário Oficial desta segunda-feira (29). o Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL), por meio da Portaria nº 01/2018, instaurou um inquérito civil para apurar a celebração de um contrato assinado entre a Prefeitura de União dos Palmares e uma empresa que presta serviços de locação de veículos. Denúncias que chegaram à 2ª Promotoria de Justiça de União dos Palmares revelaram que o contrato teria sido firmado em meio a várias irregularidades.

A investigação está sendo conduzida pelo promotor de justiça Carlos Davi Lopes e conta também com o apoio da promotora de justiça Adilza Inácio de Freitas. Segundo eles, chegaram ao MPE/AL informações de que o contrato assinado com a empresa Avante Locação de Veículos e Serviços LTDA – EPP tem obedecer os procedimentos legais previstos na Lei de Licitações.

“Há uma suspeita de irregularidade e o Ministério Público, como guardião da lei, precisa apurar se elas procedem ou não. Por isso instauramos o inquérito, que vai nos dizer, ao final da apuração, se há ou não regularidade na contratação da referida empresa. Temos que saber se a prestação de serviços público está ou não ocorrendo conforme prevê as normas jurídicas”, explicou Carlos Davi Lopes.

“É importante deixar claro que não estamos fazendo qualquer juízo de valor sobre o fato. O que há é a necessidade de aprofundamento dos fatos relatados. Caso a irregularidade seja comprovada, aí sim, adotaremos as medidas cabíveis, a exemplo do ajuizamento de uma ação por ato de improbidade administrativa”, detalhou Adilza Inácio de Freitas.

As primeiras providências

Como providências iniciais, a 2ª Promotoria de Justiça de União dos Palmares requisitou ao município vários documentos, a exemplo de cópias do procedimento licitatório que resultou na contratação da Avante Locação de Veículos e Serviços LTDA e de todos os processos de pagamentos em que a beneficiária é a tal empresa.

Também foram requeridas informações acerca da frota de veículos pertencentes a Avante Locação de Veículos e Serviços LTDA, bem como dados detalhados de todos os carros que estão prestando serviços ao município, sejam de propriedade da Avante, sejam sublocados de terceiros. E eles deverão vir com as respectivas placas e nomes dos proprietários. A prefeitura terá prazo de 10 dias para enviar as respostas ao Ministério Público.

Fonte: Ascom/MPE

Comentários 5

O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. Manoel Paulo Ferreira escreveu em 30/01/2018 15:54:34:

    Esse Junior Menezes eita menininho esperto malandro ta ai

  2. Uniao na Expectativa escreveu em 30/01/2018 15:18:02:

    ACREDITO NO DR. CARLOS DAVI. PROMOTOR SERIO E QUE FAZ VALER A LEI. VAMOS BOTAR ORDEM NA CASA. UNIÃO NAO MERECE O DESCASO E O NEPOTISMO. CHEGA! ISSO É FAZER DESCASO DA JUSTIÇA. É ACHAR QUE PODE TUDO, NÃO É SENHOR PREFEITO?

  3. Claudio escreveu em 29/01/2018 22:16:40:

    Investiga tanto e não dá em nada sempre esse moço se safa.

  4. Júnior escreveu em 29/01/2018 20:36:08:

    Nesse meio também ta as maquinas do vice,uma caçamba.uma caçamba do junior Menezes. Olho vivo senhores promotores,união conta com a ajuda de vossas senhorias. Que Deus os protejam.

  5. escreveu em 29/01/2018 19:25:55:

Poste o seu comentário