Author

Quem faz o blog? Ivan Nunes jornalista desde 2000.
Fale com o Blog A Palavra: (82) 9 9177 2828

Cidades

Homem denuncia demora no atendimento médico no hospital São Vicente de Paulo e se desespera ao falar da morte do pai


HSVP de União dos Palmares: demora no atendimento a paciente e óbito


O hospital São Vicente de Paulo vem sendo acusado por familiares do serralheiro Elói Bezerra da Costa, de 58 anos, de negligência médica, após a família constatar que houve demora no atendimento a vítima que buscou ajuda depois de uma crise de hiperglicemia.

O serralheiro estava em casa quando se sentiu mal e foi levado as pressas para a unidade de urgência e emergência do HSVP.

"Ele chegou aqui por volta das 17h e não sentia melhora nenhuma onde o mal estar se acentuava cada vez mais. Por volta das 20h ele reclamava aos filhos da falta de forças num dos braços e de fortes dores,  passando a revirar os olhos. Foi quando uma médica foi chamada as pressas para os primeiros socorros, mas já era tarde,  pois Elói Bezerra da Costa, filho do ex-prefeito de União dos Palmares, Joé Bezerra da Costa (já faecido) tinha entrado em óbito", disse uma testemunha.

DE acordo com esse amigo da família, um dos filhos ficou desesperado ao ver o pai morto numa maca da unidade de urgência e emergência do hospital e passou a hostilizar uma enfermeira. Ao notar a jovialidade da médica que tentou salvar o seu pai, ele acabou deixando o HSVP transtornado.

Elói Bezerra da Costa era fumante e diabético. Ele costumava dá entrada no hospital São Vicente de Paula para medir a sua glicemia que muitas das vezes era superior aos 200ml/dL, disse um parente da vítima que ficou desesperado quando soube de sua morte.

"Houve negligência sim do hospital. Eles demoraram muito para atender o meu pai e isso foi se acentuando. Foi preciso um dos meus irmãos ter que se alterar para que ele tivesse atendimento médico mais rápido o que não aconteceu antes", disse uma fonte do blog.

Elói Bezerra da Costa residia no bairro Cohab Nova, na rua Olívia Maria e foi sepultado no final da tarde de hoje - quarta-feira,9, no cemitério Campo Santo dos Palmares. Procurados, diretores do HSVP evitaram falar com a imprensa para comentar sobre a acusação de negligência da família do serralheiro.

 

Publicado em 09/08/2017
10 comentários
O comentário não representa a opinião do blog. A responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. User

    Senhorita Anne escreveu em 02/09/2017 14:33:23:

    Sinto em lhe informa que batom vermelho não lhe diz respeito, o corem não impede uso de maquiagem, apenas adornos físicos que ocasionem risco de infecção. Sinto tb em seu comentário uma pontinha de inveja. Melhore como pessoa, a inveja mata apenas a nós mesmos. E quanto a seu sogro, só lamento! Mas ele teve sorte de não viver mas nem um minuto com uma pessoa invejosa, ordinária e porca moralmente igual a você.

  2. User

    anne escreveu em 12/08/2017 15:45:36:

    Já passei por isso com meu sogro e ele acabou falecendo, tem dias que você e bem atendido, já tem outros q não, acho um absurdo os pacientes terem que passar por duas salas antes de ser atendido na emergência, gente se é urgente por que demorar, sei que temos pessoas qualificadas lá, mais tem umas enfermeiras que se acham, principalmente uma do cabelo longo cacheado que sempre ta de batom vermelho não vou citar o nome por que não sei, mais ela se acha... Só lembrando que ali é o seu lugar de trabalho, não uma sala de bate papo.

  3. User

    socrátes escreveu em 10/08/2017 20:48:12:

    O atendimento ruim desse hospital não é de agora. Sempre foi assim e sempre será assim. Poderíamos dizer que o atendimento do HSVP é bipolar. Uma hora você é bem atendido e em outra não. Mas se pode argumentar: é ruim, no entanto já salvou muitas vidas. Um tipo de " ruim com ele, pior sem ele", ou seja, se contente e não reclame, aguente ou morra. Não temos opção!

  4. User

    Oleiro escreveu em 10/08/2017 18:02:08:

    JÁ PASSEI MUITOS PERRENGUES NESTE HOSPITAL COM PARENTES MEUS E ATÉ COMIGO MESMO, EM RELAÇÃO AO MAL ATENDIMENTO DOS ENFERMEIROS, QUE ATÉ SE NEGAM A ATENDER FORA DE SEU HORÁRIO, POIS ESTÃO DORMINDO. E GERALMENTE NEM MÉDICO TEM NA EMERGÊNCIA.

  5. User

    Manoel escreveu em 10/08/2017 09:38:16:

    Sou Manoel, sou de José da Laje, e estava no hospital terça feira a noite, e não foi bem assim que aconteceu, cheguei ao hospital com minha esposa as 17:30 horas, e esse senhor chegou um pouco antes das seis horas da noite, a doutora que não me lembro do nome, super atenciosa, deu prioridade a este senhor, inclusive o atendeu primeiro que a minha esposa. não houve negligencia, imagino e entendo a dor da família por ter perdido um ente querido. é como a nora do senhor falou na hora: que ninguém quer perder ninguém. agora eu achei um absurdo o filho do senhor querer agredir a medica. todos que estava ali, sabe que não foi negligencia.

  6. User

    Manoel Simeão escreveu em 10/08/2017 09:14:01:

    Muitas vidas foram salvas neste Hospital e também ABSURDOS E NEGLIGÊNCIA MÉDICA JÁ OCORRERAM LÁ e o pior que não se APURA OS ERROS COMETIDOS E NINGUÉM É PUNIDO, a população que morra a minguá, sem atendimento.

  7. User

    Souza escreveu em 09/08/2017 22:22:24:

    Esse são vicente é reflexo desse prefeito incompetente que a cada dia afunda união.

  8. User

    SILVANIA escreveu em 09/08/2017 21:21:23:

    que Deus conforte seus familiares...

  9. User

    Leitora escreveu em 09/08/2017 21:20:57:

    Isso acontece sempre principalmente com quem não tem conhecimento nem parente rico. As pessoas chegam e ficam esperando passar pela triagem enquanto quem deveria atender fica de conversinhas com outros funcionários e com pessoas renomadas da cidade. Além de tratar com hostilidade, faz aguardar por horas por uma simples nebulização, aferir a pressão ou medir a glicose quem não tem outra forma de se livrar de dores e problemas de saúde às vezes tão simples.

  10. User

    Paciente lezado escreveu em 09/08/2017 18:45:27:

    Sei que a população não tem nada haver com isso, mas eu acho que isso é fruto do atraso de salários dos funcionários desses hospital, que muitas vezes quando recebiam os salários em dia ainda se notava mau vontade em alguns daqueles que ficam lá no setor de emergência, imaginem com três meses de salários atrasados??
    Com a palavra a conssocia Bárbara !!!

Entre na conversa!

Deixe seu comentário abaixo !

Confirme o código abaixo: